December 8, 2015 / 11:05 PM / 3 years ago

Renan deve decidir sobre recesso parlamentar dia 17

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou nesta terça-feira em plenário que ficou para o dia 17 a definição sobre a convocação do Congresso Nacional durante o recesso parlamentar, de acordo com a Agência Senado.

Parlamentares interessados em analisar o pedido de abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff têm defendido que o Congresso permaneça reunido em vez de entrar em recesso, que vai de 23 de dezembro a 1º de fevereiro.

A convocação foi defendida pelos senadores Ricardo Ferraço (PMDB-ES), João Capiberibe (PSB-AP) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que apresentou questão de ordem sobre o tema.

“É notório que vivemos a mais grave crise política, com ressonâncias na economia, desde a redemocratização. É iminente, necessário e urgente nesse momento grave da vida nacional que o Congresso Nacional permaneça reunido”, afirmou Randolfe.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na semana passada que aceitou pedido de abertura do processo de impeachment contra Dilma, e o governo já manifestou que quer uma solução rápida.

Por Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below