January 14, 2017 / 4:24 PM / 2 years ago

Justiça do Rio de Janeiro determina que concessionária reassuma gestão do Maracanã

(Reuters) - Uma liminar concedida pela Justiça do Rio de Janeiro determinou que o consórcio liderado pela Odebrecht reassuma “imediatamente” o contrato de concessão de gestão, operação e manutenção do Complexo Maracanã, informou neste sábado a Agência Brasil.

Concedida na sexta-feira por uma juíza da 4a Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a liminar acata pedido impetrado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e prevê multa de 200 mil reais por dia em caso de descumprimento da decisão judicial.

Segundo a PGE, o estado de abandono do Maracanã se agrava a cada dia, podendo “vir a gerar um sério problema de comprometimento da própria função pública dos estádios, que é servir de palco para grandes eventos esportivos e culturais”, informa a agência.

A decisão judicial argumenta ainda, segundo a agência, que a recusa da concessionária em reassumir a administração do complexo esportivo parece “incompatível” com a finalidade do contrato.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below