February 24, 2017 / 9:43 PM / 2 years ago

Planalto anuncia Aguinaldo Ribeiro como líder do governo e Lelo Coimbra líder da maioria na Câmara

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer escolheu Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) como novo líder do governo na Câmara dos Deputados, no lugar de André Moura (PSC-SE), confirmou nesta sexta-feira o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola.

Brazil's interim President Michel Temer is greeted by deputy Aguinaldo Ribeiro during a meeting with leaders of the Chamber of Deputies and Federal Senate, at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil June 15, 2016. REUTERS/Ueslei Marcelino - RTX2GDSE

A informação havia sido antecipada à Reuters por uma fonte do Palácio do Planalto na véspera.

Em rápido briefing, Parola anunciou também que o deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) será o líder da maioria na Câmara, um novo cargo na liderança do Congresso.

Em comunicado, Temer agradeceu o trabalho de Moura, que na véspera já havia se despedido do cargo, também por meio de uma nota, quando agradeceu a confiança depositada pelo presidente.

“Devo dizer-lhe que sou eu quem lhe agradece”, afirmou Temer nesta sexta-feira. “Em meu nome e em nome do povo brasileiro, pelas reformas e demais medidas legislativas levadas adiante graças ao seu empenho, acompanhado do apoio dos colegas e amigos parlamentares.”

A escolha do peemedebista Lelo Coimbra para o novo cargo de líder da maioria é uma tentativa do Planalto de conter uma rebelião da bancada do PMDB na Câmara, causada pela escolha do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) como novo ministro da Justiça e pela decisão de dar a liderança do governo a Ribeiro, do PP.

“Serraglio não é um nome da bancada. Se tentou construir uma unidade em nome do Serraglio, mas depois se fez a escolha sem o aval da bancada”, disse à Reuters um parlamentar do PMDB, que pediu para não ser identificado, na véspera.

O cargo para Coimbra, no entanto, pode não ser suficiente para satisfazer os deputados peemedebistas.

“O PMDB está há muito tempo longe do núcleo político do governo, já perdeu a Secretaria de Governo”, acrescentou o parlamentar. “Isso não acalma nada.”

O comentário coloca na conta, além das recentes mudanças de cadeiras, a perda da Secretaria de Governo para o PSDB. Antes ocupada pelo peemedebista Geddel Vieira Lima, agora a pasta está com o tucano Antonio Imbassahy.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below