July 31, 2017 / 11:18 PM / 9 months ago

Moro converte prisão de Bendine em preventiva e ele seguirá preso

SÃO PAULO (Reuters) - O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância, converteu nesta segunda-feira em preventiva a prisão do ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras e, assim, ele seguirá preso, depois de ser detido na semana passada na 42ª fase da Lava Jato.

Em sua decisão, Moro entendeu que Bendine pretendia viajar para o exterior sem o conhecimento das autoridades públicas e que a prisão preventiva é necessária para interromper o ciclo de crimes.

“Presente, pelas circunstâncias do crime, risco à ordem pública, sendo necessária a prisão preventiva para interromper um ciclo delitivo de dedicação à prática de crimes contra a Administração Pública, especialmente o recebimento e a intermediação de vantagem indevida, e de crimes de lavagem de dinheiro”, disse o magistrado.

Bendine foi preso na última quinta-feira por suspeita de ter recebido junto com parceiros pagamento irregular de 3 milhões de reais da empreiteira Odebrecht [ODBES.UL] já durante o curso das investigações da Lava Jato.

Os investigadores da Lava Jato descobriram, graças à quebra do sigilo telefônico de Bendine, que o executivo, que possui passaporte italiano, tinha passagem marcada para Portugal para a última sexta-feira, o que foi levado em conta pelas autoridades para deflagrar a operação na quinta-feira.

Por Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below