December 18, 2017 / 1:17 PM / a year ago

Padilha diz que PMDB terá candidatura à Presidência em 2018 para "defender legado"

Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, em Brasília 07/07/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta segunda-feira que o PMDB terá candidatura a presidente da República no próximo ano para defender o “legado” da gestão do presidente Michel Temer.

“Vamos ter, sim, candidato para defender o nosso legado, seja da aliança que nós compormos, seja com candidatura própria, mas teremos de ter sim a defesa do legado do governo do presidente Michel Temer que, indiscutivelmente, é um governo de transformações”, defendeu.

Em evento da Fundação Ulysses Guimarães, do PMDB, Padilha defendeu com ênfase a aprovação da reforma da Previdência. O ministro disse que a medida é necessária porque, se não for feita, o país enfrentará “sérios problemas econômicos”.

O ministro citou que, entre 2016 e 2017, houve um crescimento de 43 bilhões de reais em despesas previdenciárias, dinheiro que deixa de ser aplicado em infraestrutura, saúde e educação.

Reportagem de Ricardo Brito e Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below