January 19, 2018 / 3:46 PM / in 3 months

UE recomenda vacinação contra febre amarela a turista que viajar ao Brasil para Carnaval

(Reuters) - O Centro de Controle e Prevenção de Doenças da União Europeia (ECDC, na sigla em inglês) recomendou nesta sexta-feira que cidadãos do bloco com viagem marcada para áreas de risco de contaminação de febre amarela no Brasil durante o Carnaval tomem a vacina e se protejam de picadas de mosquito, após o aumento no número de casos da doença no país.

Preparação de vacina contra febre amarela para imunização em Mairiporã 10/1/2018 REUTERS/Paulo Whitaker

De acordo com o ECDC, as transmissões de febre amarela podem afetar áreas urbanas do país, o que aumenta o risco de contaminação de viajantes, especialmente durante o Carnaval, em fevereiro.

“Com o fluxo de viajantes a áreas urbanas no Brasil, o número de viajantes não imunizados sendo infectados pode aumentar no próximo mês”, disse o ECDC em comunicado publicado em seu site.

O alerta recomenda a imunização e a adoção de medidas para evitar as picadas de mosquito, como o uso de repelente, vestimentas com mangas e calças compridas e a acomodação em locais que possuam ar condicionado ou mosquiteiros.

Procurado, o Ministério da Saúde ainda não se manifestou sobre a recomendação europeia.

Dados divulgados pelo ministério nesta semana apontam que até o dia 14 de janeiro, no atual período de monitoramento, de julho/2017 a junho/2018, foram confirmados 35 casos de febre amarela em todo o país, sendo 20 os casos de óbitos causados pelo vírus. No Estado de São Paulo, no entanto, a Secretaria de Saúde divulgou mais de 10 mortes só neste ano.

Na terça-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o Estado de São Paulo como área de risco para febre amarela, e recomendou vacinação contra a doença para todos os viajantes internacionais que visitam a região, inclusive a capital paulista e o litoral, devido ao aumento do nível de atividade do vírus.

A recomendação da OMS para vacinação de viajantes internacionais já estava em vigor para Estados das Regiões Centro-Oeste e Norte, Minas Gerais e Maranhão, além de partes de Estados da Região Sul, Bahia e Piauí, segundo a organização.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below