July 6, 2018 / 2:26 PM / 4 months ago

Temer diz que não faz reformas paliativas, em última cerimônia permitida por lei eleitoral

Temer participa de cerimônia no Palácio do Planalto 28/5/2018 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer aproveitou o última dia em que pode lançar programas e participar de inaugurações, devido às restrições impostas pela lei eleitoral, para assinar medida provisória do novo marco regulatório do saneamento básico, e disse que seu governo se dedicou a fazer reformas estruturais, e não paliativas.

“Esse é um governo que promove reformas estruturais para resolver problemas estruturais. Nunca quisemos soluções paliativas que trazem aplauso fácil”, afirmou na cerimônia no Palácio do Planalto.

A lei eleitoral proíbe agentes públicos, inclusive o presidente, de participar de inaugurações, lançar novos programas, nomear, contratar ou demitir servidores, fazer pronunciamentos ou liberar recursos que já não estejam previstos nos orçamentos. Também estão proibidas as propagandas institucionais.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below