December 12, 2018 / 9:14 PM / in 6 months

PSDB não deve aderir a governo Bolsonaro, mas apoiar medidas positivas, defende Doria

Doria, em Brasília 17/10/2017 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu nesta quarta-feira que seu partido não faça parte da base do governo de Jair Bolsonaro, mas apoie todas as medidas que considerar corretas.

“Não estaremos na base, mas apoiaremos todas as medidas positivas do governo”, afirmou Doria, ao sair de uma reunião com o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Doria é considerado, entre os tucanos, o mais alinhado com o novo governo, e chegou a defender o apoio do PSDB a Bolsonaro já no segundo turno das eleições, mas não obteve apoio no partido.

A posição de apoio por propostas do PSDB já havia sido explicitada na semana passada pelo líder do partido, Nilson Leitão, depois de reunião da bancada do PSDB com Bolsonaro. Ao sair do encontro, Leitão afirmou que o partido iria apoiar todas as medidas que fizessem parte da agenda tucana.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below