September 17, 2019 / 11:01 PM / 2 months ago

Avaliação médica na sexta-feira definirá sobre viagem de Bolsonaro aos EUA, diz porta-voz

Presidente Jair Bolsonaro acena ao chegar ao Palácio Alvorada, em Brasilia. 16/9/2019. REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - Uma avaliação médica na sexta-feira vai definir sobre a viagem do presidente Jair Bolsonaro a Nova York, na próxima semana, para a abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), disse nesta terça-feira o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros.

Bolsonaro passará pela avaliação médica na manhã de sexta-feira, quando deverá ser confirmada oficialmente a viagem. Segundo o porta-voz, o presidente está se sentindo bem e “tudo indica” que a viagem será confirmada, mas a análise final será feita depois da avaliação.

Por recomendação médica, o presidente diminuiu em um dia sua estada em Nova York, depois de ter passado há 10 dias por mais uma cirurgia para correção de uma hérnia incisional no abdômen, região onde levou uma facada durante a campanha eleitoral.

Inicialmente, o presidente chegaria Nova York no final da tarde do domingo, dia 22, mas transferiu a viagem para segunda-feira. Na manhã de terça, faz a tradicional abertura da Assembleia Geral. Antes disso tem um encontro com secretário-geral da ONU, António Guterrez.

De acordo com uma fonte ouvida pela Reuters, o presidente tinha inicialmente cinco reuniões bilaterais pré-agendadas na tarde de terça-feira, incluindo o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e os presidentes da Colômbia, Peru, Ucrânia, Polônia, e África do Sul. O porta-voz da Presidência confirmou que não haverá reuniões bilaterais.

Bolsonaro também tentou marcar conversa com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Tradicionalmente, os presidentes norte-americanos não marcam reuniões bilaterais durante a Assembleia Geral para evitar demonstrar favoritismo, já que são feitos muitos pedidos. Mas Trump discursa logo após Bolsonaro, e uma conversa rápida no edifício da ONU não foi descartada.

Segundo Rêgo Barros, após deixar Nova York, no dia 25, Bolsonaro fará uma “escala” em Dallas para encontro com empresários, e chegará ao Brasil de volta no mesmo dia.

O porta-voz confirmou ainda os países que o presidente irá visitar em um tour internacional no final de outubro, além do Japão, onde estará presente na celebração da ascensão do novo imperador do país, Naruhito. Depois disso, irá para China, Kuweit, Arábia Saudita e Emirados Árabes.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below