for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

STJ confirma condenação de Eduardo Azeredo, mas reduz pena para 15 anos e 7 meses

Ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo. 25/10/2005. REUTERS/Jamil Bittar

BRASÍLIA (Reuters) - A 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou nesta terça-feira, por unanimidade, a condenação do ex-governador de Minas Gerais e ex-presidente do PSDB, Eduardo Azeredo, por desvio de 3,5 milhões de reais de estatais para abastecer a campanha para a reeleição de Azeredo ao governo de Minas, em 1998, mas decidiu reduzir a pena imposta.

A pena por peculato-desvio e lavagem de capitais foi reduzida de 20 anos e um mês para 15 anos, sete meses e 20 dias.

Reportagem de Ricardo Brito

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up