for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Casos suspeitos de coronavírus no Brasil vão a 433; governo adquire testes para diagnóstico

Passageiros usando máscaras chegam no aeroporto de Guarulhos 29/02/2020 REUTERS/Amanda Perobelli

SÃO PAULO (Reuters) - O número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil atingiu um total de 433, informou nesta segunda-feira o Ministério da Saúde, o que representa um aumento de 181 em relação à véspera.

As infecções confirmadas, porém, continuam sendo apenas duas, ambas no Estado de São Paulo, enquanto 162 casos que eram tidos como suspeitos foram descartados.

São Paulo segue como o Estado com o maior número de suspeitas, somando 163, seguido por Rio Grande do Sul (73), Minas Gerais (48) e Rio de Janeiro (42).

“Temos vigilância sentinelas em todo o Brasil, que fazem o monitoramento e vigilância de casos graves em hospitais... Estamos na fase de contenção do vírus. O nosso objetivo é evitar a dispersão”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, durante apresentação nesta segunda-feira.

Ele anunciou ainda que o governo federal está expandindo a capacidade de testes laboratoriais para todo o país, com a aquisição de 30 mil testes da Fundação Oswaldo Cruz para diagnóstico da doença.

Também presente na ocasião, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou que o governo deseja “chegar no ápice do nosso inverno com todos os Estados equipados e preparados para fazer os testes”.

No mundo, já são quase 90 mil casos confirmados de coronavírus, com cerca de 3.000 mortes em decorrência da doença, a grande maioria na China. [nL1N2AV1ES]

Por Gabriel Araujo; Edição de Alexandre Caverni

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up