for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Bolsonaro será monitorado se teste de secretário para coronavírus for positivo, diz Mandetta

Presidente Jair Bolsonaro discursa em seminário em Miami 09/03/2020 REUTERS/Marco Bello

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro será monitorado se o teste para coronavírus realizado pelo secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, tiver resultado positivo.

“Se der positivo, e como o presidente estava no mesmo avião, ele será monitorado como uma pessoa normal”, disse Mandetta à Reuters. “Todo mundo pode pegar, não tem ninguém imune“.

Wajngarten fez parte da comitiva presidencial que viajou para os Estados Unidos acompanhando Bolsonaro. O secretário foi submetido ao teste de coronavírus após apresentar sintomas de gripe ao retornar da viagem, de acordo com reportagens.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, Bolsonaro e todos os integrantes da comitiva que foi aos Estados Unidos já estão sendo monitorados.

Bolsonaro cancelou viagem que faria ao Rio Grande Norte na tarde desta quinta. Com o cancelamento da viagem, a agenda do presidente não possui nenhum compromisso oficial para o dia.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up