for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Bolsonaro diz que Brasil dificilmente vai atingir meta de crescer 2% por coronavírus

Jair Bolsonaro deixa Palácio da Alvorada 16/3/2020 REUTERS/Adriano Machado

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que dificilmente o Brasil vai atingir a meta de crescer 2% este ano devido aos impactos do surto de coronavírus, e disse que se reunirá com o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta tarde para discutir possíveis medidas, citando especificamente as dificuldades enfrentadas por companhias aéreas.

Bolsonaro afirmou ainda, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que está havendo uma histeria sobre coronavírus no Brasil, que teria como pano de fundo uma disputa pelo poder.

“O que está em jogo é uma disputa política, eu estou sozinho no canto apanhando de todo mundo”, disse Bolsonaro. “Existe um perigo, mas está havendo um superdimensionamento dessa questão.”

O presidente disse que um agravamento da crise política pode até derrubar o seu governo.

“É essa a preocupação que eu tenho. Se a economia afundar, afunda o Brasil... Se afundar a economia, acaba com o meu governo, é uma luta de poder”, afirmou.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up