April 16, 2020 / 8:29 PM / 3 months ago

Bolsonaro diz que Teich terá de analisar pandemia como um todo, incluindo emprego e economia

Bolsonaro deixa Palácio da Alvorada 14/4/2020 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, ao confirmar a demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, que o próximo titular da pasta, o oncologista Nelson Teich, terá de analisar a pandemia do coronavírus como um todo, levando em conta também a economia e o emprego.

“O que eu conversei ao longo desse tempo com o oncologista doutor Nelson Teich, ao meu lado, que ele entendesse o problema como um todo”, disse Bolsonaro em pronunciamento no Palácio do Planalto.

“Junto com o vírus veio uma verdadeira máquina de moer empregos... O que eu conversei com o doutor Nelson é que gradativamente temos de reabrir os empregos no Brasil”, afirmou.

No pronunciamento, Bolsonaro disse ainda que teve uma conversa “produtiva” e “cordial” com Mandetta e que a saída do ministro se deu por “um divórcio consensual”.

“É direito do ainda ministro (Mandetta) defender seu ponto de vista como médico, e a questão de entender a questão do emprego não foi da forma que eu, como chefe do Executivo, achava que deveria ser tratada”, disse o presidente.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below