for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

PGR pede para ouvir ministros de Bolsonaro em inquérito sobre acusações de Moro

Presidente Jair Bolsonaro e ex-ministro da Justiça Sergio Moro 18/12/2019 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal que autorize a tomada de depoimento dos ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, no inquérito que investiga declarações do ex-ministro Sergio Moro sobre suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Em comunicado distribuído pela PGR, Aras disse que a tomada do depoimento dos três ministros e a realização de perícias tem por objetivo apurar os fatos narrados por Moro no dia 24 de abril, quando pediu demissão do cargo e faz as acusações contra Bolsonaro.

Em pronunciamento, Moro acusou Bolsonaro de atuar para interferir na PF sob a alegação de que estava preocupado com o andamento de investigações conduzidas pela corporação.

Aras encaminhou o pedido para ouvir os três ministros de Estado ao ministro do Supremo Celso de Mello, que está responsável pelo inquérito.

Reportagem de Ricardo Brito

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up