for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Brasil teve aumento de 35% nas denúncias de violência contra mulher durante pandemia, diz Damares

Policiais da Patrulha Maria da Penha patrulham casa onde mulher denunciou violência doméstica em Duque de Caxias (RJ) 27/04/2020 REUTERS/Pilar Olivares

BRASÍLIA (Reuters) - As denúncias de violência contra mulher no disque denúncia do governo federal aumentaram 35% em abril deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta sexta-feira a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves.

Nos primeiros quatro meses do ano, o número de denúncias cresceu 14,1% em relação a 2019, acrescentou a ministra, que citou as medidas de isolamento social decretadas para conter o avanço do coronavírus como razão para o aumento.

O governo federal lançou nesta sexta-feira uma campanha de conscientização para incentivar as denúncias de violência doméstica por parte de vizinhos ou parentes, em casos de suspeita, durante o período de quarentena.

“Com decretação de quarentena, agressores e vítimas passaram a conviver 24 horas na mesma casa”, ressaltou Damares.

Por Lisandra Paraguassu

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up