for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Presidente do STF é hospitalizado para drenar abscesso, tem sinais que sugerem infecção por Covid-19

(Reuters) - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, foi hospitalizado no sábado para drenagem de um pequeno abscesso, procedimento que transcorreu bem, afirmou a corte em comunicado neste domingo, acrescentando ainda que ele apresentou sinais respiratórios que sugeriram infecção por Covid-19.

De acordo com o secretário de Saúde do STF, Marco Polo Dias Freitas, Toffoli deve permanecer internado para monitoramento. “No momento, o ministro está bem e respira normalmente, sem ajuda de aparelhos”, afirmou, citando que o ministro foi submetido a teste diagnóstico para o novo coronavírus na última quarta-feira, que teve resultado negativo.

Como não há confirmação de o ministro Dias Toffoli ter contraído o coronavírus, ficará de licença médica por 7 dias, podendo ser ampliada dependendo do resultado dos exames, informou a assessoria do ministro Luiz Fux.

“Nesse período assumirá a Presidência (do STF) o ministro Luiz Fux”, acrescentou a assessoria de Fux.

Por Paula Arend Laier

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up