for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Pazuello diz que ainda haverá impacto maior da Covid-19 no interior do país

Família em comunidade indígena de Três Unidos, no Amazonas 21/05/2020 REUTERS/Bruno Kelly

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou nesta segunda-feira que a epidemia de Covid-19 ainda irá se disseminar pelo interior do Brasil, reiterando alerta sobre a interiorização da doença respiratória provocada pelo novo coronavírs.

Segundo ele, há três etapas distintas da Covid-19 no país: “preparação, impacto de capitais e regiões metropolitanas e impacto no interior”. O Brasil, atualmente, encontra-se na segunda delas, “com números descendo” nas capitais, segundo ele.

“Nós temos o impacto das capitais e regiões metropolitanas. Esse impacto ele vai passar, e nós vamos ter o espraiamento disso de alguma forma para o interior, vamos ter que ter as estruturas que foram preparadas na capital e região metropolitana para receber esse pessoal do interior que não tem as estruturas lá”, disse Pazuello, em debate virtual sobre os 120 anos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a defesa da vida.

“Não podemos esquecer que vem ainda impacto do interior e aí a gente tem que estar preparado para isso”, afirmou.

Dados do Ministério da Saúde divulgados no domingo apontam que o Brasil já registrou 22.666 mortes e mais de 363 mil casos confirmados do novo coronavírus.

Na última sexta-feira, quando o Brasil passou a ocupar o segundo lugar com maior número de casos do Covid-19 no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, o Ministério da Saúde informou que 62,6% das cidades no país já registraram casos da doença.

No mesmo dia, Pazuello afirmou que a aceleração dos casos no interior do país era “inevitável”.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up