for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Capital paulista terá reabertura com restrições de shoppings e comércio a partir de 1º de junho

Governador João Doria em evento em São Paulo 21/2/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

SÃO PAULO (Reuters) - Os shoppings centers e o comércio da cidade de São Paulo poderão reabrir com restrições durante 15 dias a partir de 1º de junho, de acordo com plano de reabertura gradual da economia do Estado de São Paulo anunciado nesta quarta-feira pelo governador João Doria (PSDB), pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) e por secretários estaduais.

De acordo com o plano, a cidade de São Paulo se enquadra na fase 2 da reabertura, que permite também o funcionamento com restrições de escritórios, atividades imobiliárias e concessionárias.

As cidades da região metropolitana da capital foram enquadradas na fase 1 da reabertura, que permite apenas o funcionamento --além das atividades consideradas essenciais-- da indústria não essencial e da construção civil.

Por Eduardo Simões

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up