May 29, 2020 / 10:46 PM / a month ago

Brasil chega a 27.878 mortes por Covid-19 e supera Espanha como 5º do mundo com mais óbitos

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou nesta sexta-feira mais 1.124 mortes em decorrência do coronavírus e atingiu o total de 27.878, informou o Ministério da Saúde, o que fez o país superar a Espanha (27.121 mortes) e se tornar o quinto do mundo com maior número de óbitos provocados pela Covid-19.

Cemitério no Rio de Janeiro 29/05/2020 REUTERS/Ricardo Moraes

Em relação aos casos da doença respiratória causada pelo novo coronavírus, o Brasil teve um novo recorde de notificações em 24 horas, com o registro de 26.928 casos. A cifra supera o número da véspera, de 26.417, e eleva o total de infecções no país para 465.166.

O Brasil é a segunda nação do mundo com maior número de casos de coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos (1,7 milhão de infecções). Em termos de óbitos, fica abaixo de EUA, Reino Unido, Itália e França.

Desde terça-feira o Brasil registra mais de mil mortes a cada dia em decorrência da doença. O recorde diário, porém, continua sendo de 21 de maio, 1.188 mortes.

A divulgação diária dos números da Covid-19 no Brasil pelo Ministério da Saúde não indica que as infecções e óbitos tenham necessariamente ocorrido nas últimas 24 horas, mas sim que os registros foram inseridos no sistema no período.

Segundo dados da pasta, o coronavírus já se espalhou por 70,7% dos municípios do país, o equivalente a quase 4 mil municípios.

O Brasil segue com o general Eduardo Pazuello no comando interino do Ministério da Saúde, após as saídas de dois ministros —Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich— desde o início da pandemia. A Secretaria de Vigilância em Saúde também continua sem chefe, depois de Wanderson Oliveira pedir demissão.

De acordo com números separados pelo ministério por Estados, São Paulo permanece como o mais afetado pela Covid-19. Com mais 5.691 casos registrados nesta sexta-feira, o Estado ultrapassou a marca de 100 mil infecções pelo vírus —agora são, no total, 101.556 casos, com 7.275 mortes.

Mesmo diante desses números, o governo paulista prepara a reabertura da economia do Estado. O governador João Doria (PSDB) disse que dividirá a região metropolitana da capital em cinco para estabelecer o relaxamento da quarentena, mas que nenhuma das cidades da Grande São Paulo poderá seguir a capital e reabrir comércio e shoppings neste primeiro momento.

Na sequência da contagem por Estados do ministério aparece o Rio de Janeiro, que possui 47.953 casos e 5.079 mortes.

O Amazonas, onde o sistema de saúde entrou em colapso, assumiu p terceiro lugar da lista, com 38.909 infecções e 2.011 óbitos, superando o Ceará (38.395 casos, 2.859 mortes).

Ainda segundo o ministério, há 189.476 pacientes recuperados do coronavírus no Brasil, além de 247.812 em acompanhamento.

A taxa de letalidade da doença no país é de 6,0%.

Veja um gráfico de casos pelo mundo: here

Por Gabriel Araujo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below