June 1, 2020 / 8:06 PM / a month ago

Maia critica participação de Bolsonaro em manifestação no domingo

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia 11/03/2020 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou nesta segunda-feira a presença do presidente Jair Bolsonaro em protestos ocorridos na véspera em que parte dos manifestantes pregavam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

“É inaceitável que se faça uma mobilização e que tenha o respaldo do governo neste momento”, criticou Maia, em entrevista ao UOL.

Questionado sobre a participação de Bolsonaro nos protestos, Maia citou que o ato foi contra o Supremo e “sem dúvida nenhuma devemos criticar e condenar uma atitude como essa”.

“O último que andou a cavalo na Esplanada foi o general Newton Cruz”, disse sobre a participação de Bolsonaro, referindo-se ao ex-comandante Militar do Planalto que andou pela capital às vésperas das votação do projeto das Diretas-Já.

O presidente da Câmara disse que, pelo menos desde a Segunda Guerra Mundial, não se vive “um momento tão difícil” e citou que a “economia está derretendo”. Afirmou que, junto com isso, há uma escalada que se mistura com a pandemia, movimentos próximos ao presidente “muito autoritários, sempre no ataque a quem diverge”.

“Precisamos organizar as relações dos Poderes com a sociedade”, disse.

“O que está acontecendo vai acabar aprofundando ainda mais a nossa crise”, completou.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below