for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Maia diz que começará a construir projeto eleitoral de 2022 no 2º semestre do ano que vem

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia 03/09/2020 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira que o projeto eleitoral para 2022 começará a ser discutido no segundo semestre do próximo ano a partir dos resultados da agenda adotada pelo governo nos seis primeiros meses de 2021.

Segundo ele, em entrevista à CNN Brasil, as escolhas do governo no início do próximo ano irão dar as cartas para a organização de candidaturas que possam disputar a Presidência da República com Jair Bolsonaro.

“É claro que o nosso projeto eleitoral é um projeto, como eu disse, que vai ser construído a partir do segundo semestre do próximo ano. E acho que o caminho que o governo trilhar nos próximos seis meses é que vai organizar esse campo da centro-direita, da centro-esquerda, nesse enfrentamento contra a candidatura à reeleição do presidente da República”, disse Maia.

“Se o governo escolher o caminho da responsabilidade fiscal, tem uma força. Se caminhar para uma agenda mais heterodoxa, eu acho que é uma força muito menor”, avaliou.

Maia foi questionado sobre conversa nesta segunda com o apresentador Luciano Huck, que vem flertando com a política, mas decidiu não se candidatar ao Planalto nas últimas eleições. Ao comentar que encontra-se frequentemente com o apresentador, de quem é amigo, não respondeu se a ocasião serviu para informá-lo que o centro não apoiaria eventual candidatura do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up