October 7, 2014 / 4:23 PM / 4 years ago

Aécio diz ser contra reeleição, mas evita responder se abriria mão de segundo mandato

Candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, durante debate na TV em São Paulo. 28/9/2014. REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - O candidato à Presidência do PSDB, Aécio Neves, reafirmou nesta terça-feira ser pessoalmente contra a reeleição e enfatizou que o fim dela dependeria de um entendimento sobre o tema no Congresso, e não apenas do Executivo.

Contudo, Aécio evitou responder se abriria mão de um segundo mandato no caso de vitória contra a presidente Dilma Rousseff (PT) na votação do próximo dia 26.

Ele não indicou se um eventual projeto para acabar com a reeleição para presidente, governador e prefeito teria validade já para a próxima eleição presidencial ou ficaria apenas para 2022.

O tucano falou a jornalistas após visitar uma obra da Odebrecht na zona sul da capital paulista. Ele estava acompanhado dos colegas Geraldo Alckmin, reeleito governador de São Paulo no primeiro turno, e de José Serra, eleito senador pelo Estado.

Por Vinícius Cherobino

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below