October 16, 2014 / 2:32 PM / 4 years ago

Descartada suspeita de Ebola em Foz do Iguaçu

(Reuters) - A Secretaria Estadual da Saúde do Paraná descartou a suspeita de contaminação por Ebola em um paciente colocado em isolamento, na manhã desta quinta-feira, em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Foz do Iguaçu.

De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde da secretaria, Sezifredo Paz, o paciente viajou recentemente para vários países, mas não esteve em nenhum local atingido pelo atual surto de Ebola, que já matou quase 4.500 pessoas, a grande maioria na África Ocidental.

O protocolo de suspeita de Ebola foi acionado pelos profissionais de saúde da UPA devido a um mal-entendido sobre os países onde esteve o paciente, um brasileiro de 22 anos de ascendência libanesa.

“Em algum momento houve a informação de que ele poderia ter passado pelos países africanos com circulação do vírus de Ebola, mas essa informação foi descartada pelo próprio paciente e as autoridades tiveram acesso a seu passaporte, que não registra passagem pela África”, disse Paz em comunicado divulgado pela secretaria.

Mais cedo, a Secretaria Municipal da Saúde de Foz do Iguaçu havia informado que um paciente com suspeita de Ebola havia sido colocado em isolamento na UPA após apresentar febre e ter supostamente dito que esteve recentemente em Serra Leoa, um dos países mais atingidos pelo atual surto de Ebola.

Devido à suspeita, o local foi interditado às 9h com profissionais e pacientes no interior. O local foi reaberto depois que a suspeita de Ebola foi descartada, de acordo com o superintendente.

O Ministério da Saúde foi notificado sobre o casos suspeito e acompanhou os procedimentos adotados pelas autoridades.

“O quadro clínico do paciente... não atende às definições de caso suspeito do vírus Ebola. Portanto, a suspeita foi descartada”, informou o ministério em nota oficial.

Esse foi o segundo caso suspeito de Ebola no país. Na semana passada, um primeiro caso suspeito envolvendo um paciente de Guiné, que procurou uma UPA em Cascavel após apresentar febre, foi registrado. O homem teve de ficar isolado até exames descartarem que estivesse com o vírus.

O surto de Ebola está concentrado em Guiné, Libéria e Serra Leoa, na África Ocidental. Mais de 4.490 pessoas morreram devido à doença na atual epidemia, de acordo com levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado na quarta-feira.

Por Pedro Fonseca e Felipe Pontes, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below