August 3, 2015 / 11:49 PM / 3 years ago

Advogado vê Dirceu como "bode expiatório" e diz que recorrerá de prisão

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu vai recorrer da prisão preventiva executada contra ela nesta segunda-feira, disse o advogado do ex-ministro, Roberto Podval, que afirmou em entrevista coletiva que Dirceu “hoje é bode expiatório do processo”.

“Vamos recorrer e tentar rever essa prisão”, disse, acrescentando que “juridicamente falando, qualquer aluno de direito sabe dizer que as razões para a prisão preventiva não existem”.

Podval ressaltou que Dirceu já cumpria prisão domiciliar por conta do processo do mensalão, e que  não há nada que indique que ele tenha manipulado ou tentado destruir provas no caso relativo à operação Lava Jato.

“Não havia risco de fuga”, acrescentou.

Apesar de afirmar que o juiz Sérgio Moro, que acatou o pedido de prisão preventiva feito pela Polícia Federal, não está fazendo política, Podval disse que, “como qualquer ser humano, ele (Moro) reage à pressão popular”.

Dirceu é acusado de receber propinas no bilionário esquema de corrupção na Petrobras investigado pela operação Lava Jato.

Também nesta segunda, o Supremo Tribunal Federal autorizou a transferência de Dirceu, que está preso na Polícia Federal em Brasília, para Curitiba, onde ficará à disposição da Justiça Federal do Paraná.

Reportagem de Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below