September 25, 2015 / 6:54 PM / in 3 years

PSDB pede ao STF que Dilma seja investigada na Lava Jato

BRASÍLIA (Reuters) - O líder do PSDB na Câmara dos Deputados e vice-presidente jurídico da sigla, Carlos Sampaio (SP), pediu nesta sexta-feira que o STF decida se a presidente Dilma Rousseff pode ser investigada por esquema apurado pela operação Lava Jato.

A petição encaminhada pelo PSDB ao Supremo Tribunal Federal (STF) argumenta que a Constituição Federal impede a responsabilização da presidente por atos praticados antes de assumir o mandato, mas não a proíbe de ser investigada.

“O PSDB requer à Vossa Excelência seja decidido, em definitivo, a questão jurídica atinente... com o consequente esclarecimento à autoridade policial sobre a possibilidade de se proceder à investigação policial de qualquer pessoa ocupante do cargo de Presidente da República, uma vez que o termo ‘responsabilizado’ contido no citado dispositivo constitucional não compreende atos apuratórios, mas sim a tramitação de competente ação penal”, diz a peça protocolada nesta sexta no STF.

O requerimento de Sampaio usa como ponto de partida um pedido da Polícia Federal à Suprema Corte para ouvir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no inquérito sobre a participação de políticos na Lava Jato, que apura um esquema bilionário de corrupção em estatais.

Para o líder do PSDB, há elementos para que Dilma seja investigada, uma vez que ocupou cargos como o de ministra de Minas e Energia, da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below