October 3, 2016 / 2:52 AM / 2 years ago

PSDB elege 2 prefeitos em eleição fragmentada nas capitais e pouco decisiva no 1º turno

SÃO PAULO (Reuters) - O PSDB foi o vencedor do primeiro turno das eleições municipais nas capitais, conseguindo eleger neste domingo dois prefeitos e colocando oito candidatos na segunda rodada de votação, numa disputa bastante fragmentada.

Homem votando em São Bernardo do Campo, São Paulo. 02/10/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

Além de ser o único partido a eleger mais de um prefeito neste domingo, o PSDB comemorou a conquista da jóia mais cobiçada da disputa municipal, São Paulo.

O empresário João Doria se tornou primeiro candidato a vencer a corrida paulistana no primeiro turno desde que as eleições abrigaram a possibilidade de duas rodadas de votações. Também foi o único dos oito candidatos eleitos no primeiro turno em capitais que não tentava a reeleição.

Os tucanos venceram, também no primeiro turno, em Teresina, com Firmino Filho. No segundo turno, o PSDB terá candidato em oito capitais, entre elas grandes colégios eleitorais: Belo Horizonte e Porto Alegre, onde seus candidatos terminaram o domingo em primeiro lugar.

Na outra ponta, como já era esperado, o PT teve desempenho desastroso nas capitais. Além de ver o atual prefeito paulistano Fernando Haddad fracassar na tentativa de levar a disputa em São Paulo para o segundo turno, os petistas reelegeram apenas o prefeito de Rio Branco, Marcio Alexandre, neste domingo, e colocaram seu candidato no segundo turno em Recife.

A disputa na capital pernambucana, no entanto, só não foi vencida por Geraldo Júlio já neste domingo por uma pequena quantidade de votos, e é praticamente impossível que o petista João Paulo consiga impedir a reeleição do prefeito do PSB.

Assim, o PT caminha para terminar a eleição de 2016 com apenas uma capital, a do Acre, território com pouca importância estratégica do ponto de vista do xadrez eleitoral para a corrida presidencial de 2018.

O PMDB, partido do presidente Michel Temer, conseguiu reeleger Teresa Surita prefeita de Boa Vista, capital de Roraima, já neste domingo. Colocou, ainda, seis candidatos no segundo turno em capitais. A principal delas é Porto Alegre.

O DEM conseguiu reeleger com tranquilidade Antônio Carlos Magalhães Neto prefeito de Salvador, terceira cidade com maior número de eleitores no país. O partido, no entanto, não emplacou nenhum candidato no segundo turno em capitais.

O PSB reelegeu neste domingo Carlos Amastha prefeito de Palmas, capital do Tocantins, e três candidatos socialistas terão seus nomes nas urnas em 30 de outubro em capitais —Recife, Aracaju e Goiânia.

No Rio de Janeiro, segundo colégio eleitoral do país, Marcelo Crivella (PRB) enfrentará Marcelo Freixo (PSOL).

O PDT reelegeu Carlos Eduardo prefeito de Natal e terá representantes no segundo turno em São Luís e Fortaleza. O PSD venceu já no primeiro turno em João Pessoa, com Luciano Cartaxo. A legenda terá dois candidatos no segundo turno, em Curitiba e Campo Grande.

Além de PDT e PSD, outros três partidos —PMN, PSOL e PR— colocaram dois candidatos em segundo turno nas capitais. Se juntam ao PT no time dos partidos que terão apenas um representante nas capitais no dia 30 oito legendas —PCdoB, PP, PTB, PRB, PHS, PPS, SD e Rede.

Ao todo, 17 partidos estarão na disputa pelas 18 capitais que escolherão seus prefeitos no segundo turno

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below