August 18, 2017 / 12:59 PM / in a year

PF e MPF investigam desvio de R$850 mil do Programa Bolsa Atleta

(Reuters) - O Ministério Público Federal e a Polícia Federal deflagraram, nesta sexta-feira, uma operação conjunta para investigar suposto desvio de 850 mil reais do Programa Bolsa Atleta, do Ministério do Esporte, informou a Procuradoria da República em comunicado.

A chamada operação Havana cumpre 10 mandados de condução coercitiva e cinco de busca e apreensão, e tem como objetivo apurar a suspeita de que um ex-coordenador do programa Bolsa Atleta teria criado 25 “atletas fantasmas” para receber recursos de forma indevida.

“Foi possível constatar que os valores referentes a esses supostos beneficiados estavam sendo depositados em seis contas. O titular de uma delas era o próprio coordenador do Bolsa Atleta. Outra, tinha como titular a sua irmã”, afirmou a Procuradoria em comunicado, acrescentando que a fraude foi descoberta em 2012.

O Bolsa Atleta é um programa que patrocina esportistas de alto rendimento, que conseguem bons resultados em competições nacionais e internacionais, incluindo Olimpíadas, com valores que podem chegar a até 15 mil reais por mês.

Segundo a procuradoria, o propósito das medidas cautelares cumpridas nesta sexta-feira é reunir mais provas sobre o funcionamento do esquema, bem como esclarecer o vínculo dos titulares das contas beneficiadas com os desvios do recursos públicos.

Por Maria Clara Pestre, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below