August 24, 2017 / 3:44 PM / a year ago

Naufrágio na Bahia deixa ao menos 18 mortos; número de vítimas no Xingu sobe para 21

(Reuters) - Uma embarcação de passageiros naufragou nesta quinta-feira durante travessia da Ilha de Itaparica para Salvador, deixando ao menos 18 mortos, informou a Capitania dos Portos da Bahia, dois dias após outro barco ter virado no rio Xingu, no Pará, provocando 21 mortes.

O número de mortos foi revisado de 22 pessoas para 18 na tarde desta quinta, segundo o capitão de fragata Flávio Almeida, da Capitania dos Portos em Salvador, devido a duplicidade na contagem, uma vez que não foi somente a Marinha que fez o resgate dos corpos.

O barco que fazia a travessia entre Mar Grande, na Ilha de Itaparica, e a capital baiana virou por volta de 6h30 da manhã com mais de 130 pessoas a bordo, e a Marinha teve ajuda de embarcações particulares para o resgate das pessoas, de acordo com a Capitania dos Portos.

“Outras pessoas ainda se socorreram por meios próprios, uma vez que o local não era distante da costa e também não era tão profundo”, disse por telefone o capitão Flávio Almeida.

Segundo o capitão, a associação responsável pelo transporte de passageiros na rota entre a praia de Mar Grande e Salvador informou que havia 129 passageiros e 4 tripulantes a bordo da embarcação que naufragou.

“Estamos trabalhando intensamente no resgate no local”, acrescentou.

A Secretaria da Saúde e a Secretaria da Segurança Pública da Bahia enviaram equipes para prestar socorro às vítimas, incluindo um helicóptero, informou o governo do Estado em nota.

O governador da Bahia, Rui Costa, decretou três dias de luto oficial após a tragédia.

O naufrágio na Bahia ocorreu dois dias após uma outra embarcação ter virado no rio Xingu, no Estado do Pará, deixando ao menos 21 mortos, incluindo um bebê, além de 5 desaparecidos. Onze corpos foram localizados nesta manhã.

“De acordo com o Corpo de Bombeiros, os corpos foram achados flutuando, a uma distância de cerca de 4 quilômetros do local onde ocorreu o acidente com a embarcação”, informou a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), nesta quinta-feira.

Foram resgatadas com vida 23 pessoas que estavam a bordo da embarcação Capitão Ribeiro, que naufragou entre os municípios de Senador José Porfírio e Porto de Moz, na noite de terça-feira. As operações de busca continuam em andamento, segundo informações do governo.

Inicialmente, foi relatado que havia cerca de 70 pessoas a bordo da embarcação, mas o número foi corrigido pelo proprietário para 48. Segundo a Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará, o barco não estaria legalizado para fazer o transporte de passageiros.

Por Maria Clara Pestre, no Rio de Janeiro, com reportagem adicional de Tatiana Ramil, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below