September 28, 2017 / 11:30 PM / 10 months ago

Militares deixarão a Rocinha na 6ª-feira; Jungmann vê comunidade "estabilizada"

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As Forças Armadas vão sair na sexta-feira da comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, uma semana depois de serem convocadas emergencialmente para acalmar o clima na maior favela da cidade, mas o protagonista da guerra, o traficante Rogério 157, não foi preso.

Mesmo assim , o ministro da Defesa , Raul Jungmann, considera a ação na Rocinha bem-sucedida.

“Nós pegamos a Rocinha em guerra e, no momento, ela esta estabilizada”, disse ele à Reuters.

Nessa quinta feira, depois de mais de 10 dias de tensão escolas e unidades de saúde funcionaram integralmente na comunidade. No auge dos conflitos, os servíços pararam de funcionar e as pessoas evitaram sair de casa. Policiais estiveram em uma outra comunidade nessa quinta-feira, a Maré, na zona norte atrás da quadrilha de Rogério 157 que poderia ter se refugiado lá.

“Os chefes da Rocinha não foram presos, migraram para outros locais”, acrescentou o ministro

Segundo ele, outras operações conjuntas estão sendo planejadas pelas Forças Armadas no Estado e podem acontecer a qualquer momento, inclusive na Rocinha. “Nós criamos uma força de ação rápida que pode voltar em 2 ou 3 horas à Rocinha”, disse.

Com as operações na Rocinha e em outros locais da cidade em busca do traficante Rogério 157 foram apreendidos 25 fuzis e 24 pessoas foram presas. Os custos da operação não foram revelados, mas fontes próximas disseram “que não foram baratas” e custaram “alguns milhões”.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below