February 21, 2018 / 8:39 PM / 9 months ago

Marun reconhece prerrogativa do Congresso de pautar medidas e nega intenção de Temer de disputar eleições

Marun concede entrevista em Brasília 30/1/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou nesta quarta-feira no Congresso que reconhece a prerrogativa dos presidentes das duas Casas do Legislativo de pautar matérias e negou que o presidente Michel Temer tenha a intenção no momento de tentar a reeleição.

Marun explicou que a pauta de medidas econômicas prioritárias —boa parte dela já em tramitação no Congresso— apresentada pelo governo na segunda-feira foi apenas uma “sugestão de priorização”. O anúncio do governo provocou mal-estar, explicitado em duras declarações na terça-feira tanto do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quanto do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

“Talvez antes de anunciar, nós devêssemos ter trazido aqui, trazido e comunicado, mesmo que tivesse havido algumas comunicações, alguns contatos, talvez. Mas isso já é coisa superada”, disse o ministro após reunião com Maia e com o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

“Então não seria uma situação ínfima como esta que traria qualquer transtorno à evolução e ao andamento das pautas de interesse da nação que se encontram aqui no Parlamento.”

Na terça-feira, na esteira do anúncio das medidas econômicas, Maia e Eunício demonstraram descontentamento. Apegaram-se ao princípio da independência entre os Poderes para deixar claro ao Planalto que a prerrogativa de definir pauta legislativa é do Congresso.

Questionado se o ambiente político já estaria contaminado pelo clima eleitoral, Marun negou e acrescentou que “as eleições estão muito distantes”.

O ministro negou ainda que Temer nutra a expectativa, por ora, de se candidatar a um segundo mandato na Presidência da República. Argumentou, no entanto, que o presidente é “elegível”.

“É claro que se ele vier no futuro a cogitar da possibilidade de disputar a eleição, ele tem condições de fazê-lo, mas hoje a posição do presidente é clara no sentido de não disputar as eleições.”

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below