February 26, 2018 / 2:16 PM / in 2 months

Brasil tem menor déficit em transações correntes para janeiro em 8 anos, a US$4,31 bi, diz BC

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou o menor déficit em transações correntes para janeiro em oito anos, ajudado pela forte balança comercial e pelo fato de o país não ter perdido recursos por meio de remessas de lucros e dividendos, ao mesmo tempo em que recebeu fortes investimentos produtivos vindos de fora, reforçando o quadro externo positivo.

Sede do Banco Central em Brasília 23/09/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino

No mês passado, a conta corrente ficou negativa em 4,310 bilhões de dólares, com o saldo negativo em 12 meses passando a 0,44 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central nesta segunda-feira.

Trata-se do melhor resultado para janeiro desde 2009, quando o déficit ficou em 3,450 bilhões de dólares, e melhor do que a projeção de analistas consultados pela Reuters, de saldo negativo de 4,99 bilhões de dólares no mês.

Segundo o BC, a balança comercial ficou positiva em 2,398 bilhões de dólares em janeiro, praticamente igual ao resultado visto um ano antes (2,505 bilhões de dólares), fator que tem ajudado o Brasil a continuar com setor externo mais robusto.

No mês passado, o saldo de remessas de lucros e dividendos feitas pelas multinacionais instaladas no Brasil ficou positivo em 222 milhões de dólares, frente ao déficit de 870 milhões de janeiro de 2017.

No período, os gastos líquidos de brasileiros com viagens ao exterior ficaram negativos em 1,223 bilhão de dólares, frente a 918 milhões de dólares.

O BC informou ainda que os investimentos diretos no país (IDP) somaram 6,466 bilhões de dólares em janeiro, muito acima de expectativa de analistas de 3,8 bilhões de dólares segundo a pesquisa Reuters e cobrindo mais do que o suficiente o rombo da conta corrente.

Para 2018, o BC prevê déficit de 18,4 bilhões de dólares, ante rombo de 9,762 bilhões de dólares em 2017.

Isso porque, diante do melhor ambiente econômico, a expectativa é de que haverá aumento das importações, diminuindo o saldo positivo da balança comercial no ano, além de maior gasto dos brasileiros no exterior e maior remessa de lucro das empresas para fora.

Por Patrícia Duarte

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below