March 1, 2018 / 5:01 PM / in 9 months

Falta de segurança faz cidadão não acreditar no país e que democracia vale à pena, diz Cármen Lúcia

Presidente do STF, Cármen Lúcia, durante sessão da corte, em Brasília 01/02/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, afirmou nesta quinta-feira que a falta de segurança faz com que o cidadão deixe de acreditar no país e que a democracia vale à pena, e que o Brasil hoje em dia enfrenta esse problema.

“Uma democracia vive disso, e só disso, da confiança que o cidadão tem que o Estado não vai permitir que alguém, pela força, lhe retire os direitos”, disse a presidente do STF durante reunião sobre segurança pública com o presidente Michel Temer, governadores, ministros e parlamentares.

“Isto é a segurança pública, isto é, no dia a dia, na prática, o que cada cidadão quer, o que cada um de nós queremos, todos nós aqui. E é isso que não se está tendo no mundo de hoje, no Brasil de hoje, em alguns lugares do Brasil de uma forma maior”, acrescentou.

Segundo a presidente do Supremo, é “isto que faz com que o cidadão não acredite no seu país, no Estado e de que a democracia vale à pena”.

Por Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below