March 8, 2018 / 10:47 PM / 2 months ago

Ciro diz que candidatura Lula impede seu crescimento mas que será o nome da esquerda ao Planalto

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-ministro Ciro Gomes admitiu que sua pré-candidatura à Presidência da República não cresce em razão do nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas afirmou que a situação do petista, que estaria sendo “injustiçado”, levará ele a ser o nome da esquerda na disputa pelo Palácio do Planalto.

Após reunião da Executiva do PDT confirmar seu nome como pré-candidato à Presidência, Ciro afirmou que a disputa presidencial vai afunilar para cinco candidatos, sendo Lula e ele no campo progressista e de centro-esquerda, a ex-ministra Marina Silva num campo isolado e o da direita, numa “confusão engraçada”, com o deputado Jair Bolsonaro (PSL) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

“O Bolsonaro está tamponando o Alckmin e o Lula tamponando a minha posição”, disse Ciro em entrevista coletiva.

Na última pesquisa do Datafolha, no final de janeiro, Ciro aparece com até 7 por cento das intenções de voto quando Lula está entre os candidatos. Sem Lula, Ciro chega a 13 por cento.

PRIORIDADE E CUIDADOS

O pré-candidato do PDT disse que sua prioridade é superar a desigualdade e a miséria.

“Essa prioridade é todo o norte desse projeto nacional que será apresentado com riqueza de detalhes”, disse. “Minha preocupação é localizar os fatores de desigualdade e atuar para removê-los.”

Sem detalhar, disse que vai apresentar uma proposta de reforma fiscal e um plano de industrialização, ressaltando que é possível resolver os problemas de infraestrutura do país.

Questionado se teria “morrido pela boca” em outras campanhas, Ciro disse que não foi o caso, mas lamentou comentário que fez na campanha de 2002. Na ocasião, quando perguntado qual era o papel de sua então mulher, a atriz Patricia Pillar, na campanha, respondeu que era dormir com ele.

“Eu, que sou assim, feminista, fiz uma piada de extremo mau gosto com a mulher da minha vida, o amor da minha vida, uma pessoa que tenho respeito intelectual, além de amor extremo”, disse, acrescentando que se desculpou imediatamente por isso.

“Desta vez, evidentemente, vou tomar muito mais cuidado”, acrescentou.

Ao confirmar Ciro como pré-candidato, o presidente do PDT, ex-ministro Carlos Lupi, considerou Lula “profundamente injustiçado” no cenário atual. Lula teve sua condenação no caso de um apartamento tríplex no Guarujá (SP) confirmada pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o que pode deixá-lo inelegível.

“Acho que construíram uma situação que é irreversível”, disse. “Nessa situação, a candidatura do Ciro tem tudo para crescer.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below