August 20, 2018 / 9:55 PM / a month ago

Governo não descarta fechar fronteira com Venezuela em Pacaraima, mas vê grandes dificuldades, diz Marun

BRASÍLIA (Reuters) - O governo não descarta o fechamento da fronteira com a Venezuela em Pacaraima, no Estado de Roraima, pedido pelo senador Romero Jucá (MDB-RR), mas vê grandes dificuldades na medida, disse nesta segunda-feira o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun 13/03/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

“O governo não descarta mas vê grandes dificuldades”, disse Marun a jornalistas no final da tarde. “Vamos aguardar o retorno da comissão interministerial enviada a Roraima para que o governo tome uma decisão.”

Mais cedo, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, disse que essa comissão interministerial iria verificar a situação in loco e analisar medidas adicionais que podem ser tomadas.

No domingo, o governo federal decidiu enviar um reforço de 120 homens da Força Nacional de Segurança a Roraima e determinou a intensificação dos esforços de interiorização de venezuelanos para outros Estados.

Marun disse que o líder do governo no Senado, Romero Jucá, sugeriu a suspensão da entrada de refugiados em Paracaima, mantendo a entrada por outros locais de fronteira. No entanto, o ministro ressaltou que o governo brasileiro é signatário de tratados internacionais - inclusive bilaterais com a Venezuela - que impediriam essa medida. “Além disso temos nossa tradição de acolhimento”, afirmou.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below