September 3, 2018 / 6:14 PM / 15 days ago

Coligação do PT vai ao STF contra Bolsonaro por dizer que vai "fuzilar petralhada"

BRASÍLIA (Reuters) - A coligação eleitoral para presidente da República encabeçada pelo PT entrou nesta segunda-feira com pedidos no Supremo Tribunal Federal (STF) para processar o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, por ele ter dito em ato de campanha no sábado que vai “fuzilar a petralhada toda aqui do Acre”, fazendo um gesto de fuzilamento com um tripé de uma câmera de vídeo.

Candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, deixa feita agropecuária em Esteio, no Rio Grande do Sul 29/08/2018 REUTERS/Diego Vara

“Vamos fuzilar a petralhada toda aqui do Acre. Vamos botar esses picaretas pra correr do Acre. Já que eles gostam tanto da Venezuela, essa turma tem que ir pra lá. Só que lá não tem nem mortadela galera, vão ter que comer é capim mesmo”, disse ele, na ocasião.

Ao STF, a chapa formada por PT, PCdoB e Pros apresentaram uma notícia-crime pelos crimes de injúria eleitoral e incitação ao crime e uma representação por crime de ameaça contra Bolsonaro.

Nos pedidos ao STF, a defesa petista cita o fato de que o candidato do PSL já é réu em um processo no Supremo por ter feito o mesmo tipo de incitação de crime no episódio sobre em que ele disse que não estupraria a deputada federal petista Maria do Rosário (RS) porque ela não merecia.

Reportagem de Ricardo Brito

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below