September 8, 2018 / 1:29 PM / in 2 months

Preso por atentado a Bolsonaro é transferido para presídio federal em Campo Grande

(Reuters) - Adélio Bispo de Oliveira, o homem que foi preso pelo atentado com uma faca contra o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, deixou a cidade mineira de Juiz de Fora Minas na manhã deste sábado com destino a Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Ele deixou a cidade em um avião da Polícia Federal com destino ao presídio federal de Campo Grande. Vários policiais federais faziam a escolta dele no voo que deve fazer uma escala em São Paulo antes que chegar a Mato Grosso do Sul.

Adélio estava algemado e vestindo blusa preta e calça jeans. A transferência dele foi determinada pela Justiça Federal. Na sexta-feira, ele foi indiciado por violação à Lei de Segurança Nacional.

Ele confessou o crime após ser preso e passou por audiência de custódia em Juiz de Fora (MG), local do ataque durante uma passeata de campanha de Bolsonaro. A prisão em flagrante dele foi convertida em prisão preventiva.

Em depoimento, Adélio afirmou que agiu sozinho e que tinha ódio do discurso de Bolsonaro.

A polícia, no entanto, investiga se houve a participação de outras pessoas na idealização do ataque.

“Acreditamos em crime político... agora esse rapaz tem que ser protegido porque além de agressor pode ser vítima da sociedade”, disse o deputado federal e líder do PSL na Câmara, Fernando Francischini.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below