October 7, 2018 / 9:18 PM / 2 months ago

TSE registra 2.400 trocas de urnas e 149 prisões em dia de votação

Homem vota em Curitiba 7/10/2018 REUTERS/Rodolfo Buhrer

BRASÍLIA (Reuters) - As eleições terminaram com 2.400 urnas substituídas, o que representa 0,46 por cento do total de equipamentos instalados país afora, e com 149 casos de prisões, mostraram dados divulgados neste domingo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em apenas três seções —nos municípios paulistas de Botucatu e Juquiá e na cidade de Três Coroas (RS)— foi necessário realizar votação manual. De acordo com o TSE, no pleito deste ano foram utilizadas quase 454,5 mil urnas.

Entre as ocorrências, o Tribunal informou que o total de prisões de não candidatos somou 144, sendo que Santa Catarina registrou o maior número de detenções, 36 pessoas foram presas.

Já as ocorrências envolvendo candidatos terminaram com cinco prisões, sendo que Paraíba, Rio Grande do Sul e São Paulo registraram uma detenção cada, e outras duas pessoas foram presas no Rio de Janeiro.

O TSE relatou que, no total, foram registradas 388 ocorrências, considerando-se casos envolvendo candidatos e não candidatos e com ou sem prisão.

Por Mateus Maia

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below