October 19, 2018 / 7:43 PM / in a month

PF indicia educadora por vídeo sobre urnas fraudadas

Funcionários preparam urna eletrônica em seção eleitoral em São Paulo 06/10/2018 REUTERS/Paulo Whitaker

BRASÍLIA (Reuters) - A Polícia Federal indiciou na manhã desta sexta-feira uma educadora física por crimes eleitorais ao divulgar um vídeo com conteúdo falso em que relata o envio de urnas eletrônicas fraudadas para o Nordeste do Brasil e responsabiliza o governo federal por suposta fraude no atual processo eleitoral.

A nota da PF cita que o inquérito foi instaurado na véspera, por ordem do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.

Diligências realizadas possibilitaram a identificação da autora do vídeo, que foi indiciada por dois crimes do Código Eleitoral: “divulgar, na propaganda, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado” e “caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”.

A distribuição de notícias falsas tem sido uma prática bastante comum na atual campanha eleitoral.

Reportagem de Ricardo Brito

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below