October 28, 2018 / 1:01 AM / 23 days ago

Bolsonaro é favorito para ser eleito presidente no domingo, apontam pesquisas

SÃO PAULO (Reuters) - O candidato Jair Bolsonaro (PSL) chega ao segundo turno da eleição para presidente da República como favorito, apontaram pesquisas de intenção de voto divulgadas neste sábado, véspera da votação, quando o capitão da reserva do Exército enfrentará o petista Fernando Haddad.

Bolsonaro e Haddad REUTERS/Paulo Whitaker/Nacho Doce

De acordo com levantamento do Ibope, Bolsonaro aparece com 54 por cento dos votos válidos na véspera do pleito, contra 46 por cento de Haddad. Já para o Datafolha, o candidato do PSL tem 55 por cento dos votos válidos, contra 45 por cento do petista.

O Ibope, cuja pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, apontou queda de Bolsonaro e alta de Haddad fora da margem de erro que é de 2 pontos percentuais. No levantamento anterior do instituto, divulgado na terça-feira, Bolsonaro aparecia com 57 por cento, enquanto Haddad somava 43 por cento.

Já o Datafolha, feito a pedido da TV Globo e do jornal Folha de S.Paulo, indicou oscilações dentro da margem de erro, também de 2 pontos percentuais, em relação à pesquisa divulgada pelo instituto na quinta-feira, quando Bolsonaro aparecia com 56 por cento e Haddad registrava 44 por cento.

Uma terceira pesquisa divulgada neste sábado, feita pelo instituto MDA e encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), também trouxe Bolsonaro na dianteira, com 56,8 por cento dos votos válidos, contra 43,2 por cento de Haddad. A margem de erro desta pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.

Nos votos válidos, o Ibope mostrou queda de Bolsonaro e crescimento de Haddad fora da margem de erro. Bolsonaro soma 47 por cento, era 50 por cento na terça-feira, e Haddad soma 41 por cento, ante 37 por cento na terça. Brancos e nulos somam 10 por cento, mesmo patamar da pesquisa anterior, enquanto o percentual dos que não souberam ou não responderam é de 2 por cento, era de 3 por cento na terça.

Já o Datafolha mostrou variações dentro da margem de erro. Bolsonaro tem 47 por cento, ante 48 por cento na quinta, e Haddad soma 39 por cento, era 38 por cento na quinta. Brancos e nulos se mantiveram em 8 por cento e o percentual de indecisos é de 5 por cento, ante 6 por cento.

Embora a curva de intenções de votos indicada pelos dois institutos aponte para uma redução da diferença entre Bolsonaro e Haddad em comparação com o início da campanha no segundo turno, os levantamentos indicam que o movimento poderá não ser suficiente para uma virada do petista sobre o capitão da reserva.

REJEIÇÃO

Ibope e Datafolha também indagaram os eleitores sobre o nível de rejeição dos dois postulantes ao Palácio do Planalto, na véspera de uma das campanhas eleitorais mais polarizadas da história, marcada por ofensas pessoais frequentes entre o capitão da reserva e o petista.

De acordo com o Ibope, 39 por cento afirmou que não votará de jeito nenhum em Bolsonaro, ante 40 por cento na pesquisa divulgada na terça-feira. No caso de Haddad, esse grupo corresponde a 44 por cento, ante 41 por cento na sondagem anterior.

O Datafolha, por sua vez, indicou rejeição de Bolsonaro em 45 por cento, ante 44 por cento na pesquisa de quinta-feira. Já o percentual dos que rejeitam Haddad é de 52 por cento, mesmo patamar da pesquisa anterior.

O Ibope ouviu 3.010 pessoas, já o Datafolha entrevistou 18.371 eleitores. As duas pesquisas foram realizadas entre sexta-feira e este sábado, véspera do segundo turno da eleição.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below