November 21, 2018 / 11:00 PM / 20 days ago

Brasil realiza exercícios de combate aéreo com outros 13 países, incluindo EUA

Aeronaves durante exercícios em Natal 20/11/2018 REUTERS/Paulo Whitaker

BASE AÉREA DE NATAL (Reuters) - As Forças Aéreas do Brasil e de outros 13 países, incluindo a dos Estados Unidos, realizam nesta semana exercícios de combate aéreo e de guerra não-convencional em Natal (RN) no chamado Cruzeiro do Sul Exercise (Cruzex), que conta com 100 aeronaves, incluindo caças F-16 da Guarda Nacional Aérea do Texas.

Também participam das manobras com aeronaves Canadá, Chile, França, Peru e Uruguai. Outros países atuam como observadores.

As aeronaves simularam cenários para preparar para potenciais eventos ao redor do mundo, incluindo operações de paz e de estabilidade, assim como fornecer apoio em missões de respostas humanitárias após desastres naturais.

Houve grande ênfase na guerra não-convencional no Cruzex realizado neste ano, com tropas usando paraquedas para saltar de aviões e descendo de helicópteros usando cordas.

“Nós já participamos de missões de paz, com meios terrestres, uma das mais conhecidas especificamente é o Haiti. Nós participamos da missão de paz no Líbano com meios navais, e já participamos com apoio em operações de paz só com aeronaves nossas de transporte. Em um futuro próximo, a projeção, caso seja necessário, é utilizar meios aéreos em missões de paz”, disse o brigadeiro do ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, que dirige o exercício realizado pelo Brasil desde 2002.

A Venezuela, que participou do Cruzex com caças F-16 da última vez que as manobras foram realizadas em 2013, não contribuiu com nenhuma aeronave neste ano. Desta vez, o país enviou apenas observadores.

A base aérea de Natal desempenhou papel importante na cooperação militar do Brasil com os Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, como base de reabastecimento para aviões que levavam tropas e equipamentos para o norte da África.

Em 1943, o então presidente dos EUA, Franklin Roosevelt, se reuniu na base com o então presidente brasileiro, Getúlio Vargas, no caminho de volta de uma conferência com o primeiro-ministro britânico à época, Winston Churchill, em Casablanca.

Reportagem adicional de Anthony Boadle, em Brasília

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below