January 7, 2019 / 7:26 PM / in 9 months

Apoio do PSL a Maia é decisão do PSL, não de Bolsonaro, diz Ramalho

Plenário da Câmara dos Deputados 19/02/2018 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - Atual vice-presidente da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (MDB-MG) esteve nesta segunda-feira com o presidente Jair Bolsonaro em uma audiência e reafirmou sua candidatura à presidência da Casa como um nome “independente”, afirmando ter ouvido de Bolsonaro que o apoio do PSL, partido do presidente, a Rodrigo Maia (DEM-RJ) é uma decisão da legenda, não sua.

“Ele falou que não vai fazer nenhuma interferência e que o apoio do PSL não é dele”, disse Ramalho.

O deputado tenta se colocar como uma alternativa a Maia, atual presidente da Câmara e que já reúne hoje o apoio formal de seis partidos. Popular entre os parlamentares chamados de baixo clero —sem tanta expressão na Casa—, Ramalho diz trabalhar diretamente com os deputados, não com partidos.

“Sou candidato de uma Câmara independente e forte. Estou buscando o apoio formal de cada deputado”, disse. “Ninguém me apoiou (na candidatura à vice-presidência) e eu venci. Porque procurei cada parlamentar.”

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below