March 28, 2019 / 7:58 PM / in 8 months

Operação contra exploração sexual infantil na internet prende 137 pessoas em 24 Estados

Ministro da Justiça, Sérgio Moro, dá entrevista em Brasília 27/03/2019 REUTERS/Ueslei Marcelino

SÃO PAULO (Reuters) - Uma operação coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para combater crimes de abuso e exploração sexual infantil praticados na internet prendeu 137 pessoas em 24 Estados brasileiros nesta quinta-feira, informou a pasta.

Mais de 1.500 policiais civis dos Estados e do Distrito Federal cumpriam 266 mandados de busca e apreensão de materiais relacionados a abuso e exploração sexual de menores na quarta fase da operação Luz na Infância.

O Estado de São Paulo concentra o maior número de prisões, com 59 suspeitos presos.

Segundo o Ministério da Justiça, a operação em nível nacional foi possível com a nova Secretaria de Operações Integradas (Seopi), e é a primeira do tipo a integrar autoridades federais e polícias civis dos Estados.

“É a Justiça e a polícia funcionando e protegendo os mais vulneráveis. Abuso e exploração sexual é um crime que não pode ser tolerado. É um crime grave que atinge o que temos de mais valioso na sociedade: a infância e a adolescência”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro em coletiva de imprensa em Brasília.

De acordo com a pasta, serão investigados 710 gigabytes de vídeos e imagens, e 237 mil arquivos serão analisados.

Por Laís Martins

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below