April 29, 2019 / 1:01 PM / 4 months ago

PF faz operação para investigar irregularidades do partido de Bolsonaro em Minas

REUTERS/Nacho Doce

(Reuters) - A Polícia Federal realizou nesta segunda-feira uma operação para investigar supostas irregularidades em campanhas eleitorais femininas do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, em Minas Gerais, informou a PF em comunicado.

“Foram cumpridos sete mandados judiciais de busca e apreensão, todos expedidos pela 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte; sendo dois na capital, dois em Contagem, um em Coronel Fabriciano, um em Ipatinga e um em Lagoa Santa”, informou a nota da PF.

“Houve a apreensão de documentos relativos à produção de material gráfico de campanhas eleitorais”, acrescentou.

Procurado, o diretório do PSL em Minas não foi encontrado para comentar a operação da Polícia Federal.

A Polícia Federal apura acusações de que o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que presidia o diretório mineiro do PSL na eleição do ano passado e elegeu-se deputado federal, teria comandado um esquema de candidatas laranjas.

De acordo com a acusação, o partido teria lançado candidatas mulheres para cumprir a cota de candidaturas femininas determinada por lei, mas os recursos públicos destinados a essas candidatas teriam sido desviados.

O ministro nega quaisquer irregularidades e Bolsonaro tem defendido o prosseguimento das investigações sobre o caso.

Por Eduardo Simões, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below