May 31, 2019 / 3:34 PM / in 4 months

Bolsonaro questiona se não está na hora de ter ministro evangélico no STF

Presidente Jair Bolsonaro 20/05/2019 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta seta-feira, em um evento da Assembleia de Deus em Goiânia (GO), que o Supremo Tribunal Federal (STF) está “legislando” ao querer julgar a criminalização da homofobia e questionou se “não está na hora” de a corte ter um ministro evangélico.

“O Supremo Tribunal Federal, agora, está discutindo se homofobia pode ser tipificado como racismo. Desculpe aqui o Supremo Tribunal Federal, que eu respeito e eu jamais atacaria um outro Poder, mas, pelo que me parece, estão legislando”, disse Bolsonaro.

O STF remarcou para o próximo dia 13 de junho a conclusão do julgamento sobre o assunto, já tendo uma maioria de ministros favoráveis à criminalização da conduta, equiparando-a ao racismo.

Bolsonaro, que no evento disse ser “terrivelmente cristão”, comentou se existe entre os 11 ministros algum deles que é “evangélico” ou cristão assumido e arrematou, sob forte palmas das pessoas presentes no local: “Será que não esta na hora de ter ministro do Supremo Tribunal Federal evangélico?”

A fala de Bolsonaro ocorre numa semana em que representantes dos três Poderes se reuniram para fechar um pacto, tendo como pano de fundos as reformas necessárias para destravar a economia do país.

Reportagem de Ricardo Brito

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below