June 27, 2019 / 12:31 PM / 4 months ago

Deputados aprovam emenda que muda divisão de receitas do pré-sal; texto volta ao Senado

Plataforma de petróleo da Petrobras na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro 24/09/2010 REUTERS/Bruno Domingos

SÃO PAULO (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou na noite de quarta-feira uma emenda que estabelece nova divisão para os recursos arrecadados pela União com contratos de partilha da produção de petróleo.

A emenda, do deputado André Figueiredo (PDT-CE), define que 30% dos recursos continuarão com o Fundo Social do Pré-Sal, enquanto 20% serão destinados a um programa para implementação de gasodutos, o Brasduto. Outros 30% vão para Estados e municípios, para aplicação em saúde e educação, e 20% irão para a União, também destinados a essas duas áreas.

A versão original do projeto, aprovada no Senado, previa direcionar 50% dos recursos arrecadados com a venda do petróleo da União nos contratos de partilha de produção de petróleo para o Fundo Social e 20% ao Brasduto, enquanto 30% iriam para o Fundo de Participação dos Estados e Fundo de Participação dos Municípios.

O Fundo de Expansão dos Gasodutos de Transporte e de Escoamento da Produção (Brasduto), estabelecido pela matéria, seria vinculado ao Ministério de Minas e Energia e voltado a financiar a expansão do sistema de gasodutos do país.

Com a aprovação da mudança no projeto pela Câmara, o texto terá que ser novamente enviado para análise do Senado.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below