August 26, 2019 / 10:15 PM / 3 months ago

Incêndios na Amazônia não estão fora de controle, diz governo

BRASÍLIA (Reuters) - Os incêndios na Floresta Amazônica não estão fora de controle e o governo agiu prontamente, disseram nesta segunda-feira o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros.

Bombeiros combatem fogo perto de Porto Velho 25/08/2019 REUTERS/Ricardo Moraes

“O que tenho a dizer para os senhores da imprensa, tem se alardeado um pouco que a situação está fora de controle. Não está mesmo, não está mesmo. Já tivemos picos de queimadas em outros anos muito maiores do que esse ano aqui”, disse Azevedo e Silva após reunião com o presidente Jair Bolsonaro.

O porta-voz fez coro: “Como disse o ministério da Defesa, não há estado de descontrole em hipótese alguma.”

Depois de o governo minimizar a situação na semana passara e Bolsonaro chegar a levantar suspeitas de que ONGs poderiam estar envolvidas nas queimadas, uma forte reação internacional levou a uma série de medidas, incluindo um pronunciamento do presidente no qual ele disse que os incêndios não podem servir para justificar sanções sobre o Brasil.

A jornalistas, o ministro da Defesa falou sobre o emprego de militares no combate aos incêndios, com viaturas e aeronaves. Ele falou também da ajuda oferecida pelo Chile, com quatro aviões, e pelo Equador com uma aeronave.

“Atualmente, no Comando Militar da Amazônia, nós temos cerca de mil homens já prontos lá (para atuar) e, mais ou menos, 1.500 a 1.700 no Comando Militar do Norte”, disse Azevedo e Silva.

Após Bolsonaro na semana passada falar que tinha governador na região que não estava movendo uma palha para combater os incêndios, Azevedo e Silva disse nesta segunda que “os governadores estão afinados..., estão ajudando, em cooperação”.

Segundo o porta-voz, é possível que o presidente vá até a região a partir do meio da semana para verificar a situação. “O planejamento, inclusive de reestruturação da agenda do senhor presidente, está sendo realizado.”

Sobre anunciada ajuda financeira internacional, o porta-voz disse que “o ministério das Relações Exteriores vai trabalhar essas ofertas quando elas se concretizarem, se vierem a se concretizar”.

Líderes dos países do G7 ofereceram nesta segunda-feira 20 milhões de dólares de assistência emergencial para ajudar no combate aos incêndios na Floresta Amazônica.

Sobre a possibilidade de uma discussão relacionada à soberania da Amazônia, o porta voz disse que “sobre a Amazônia brasileira, fala o Brasil, as suas Forças Armadas, mas, mais que o Brasil e as Forças Armadas, a sociedade, que é a Força Armada não fardada”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below