for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Moro fará pronunciamento após Bolsonaro exonerar diretor-geral da PF, diz ministério

Ministro da Justiça, Sergio Moro, durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça do Senado 04/12/2019 REUTERS/Adriano Machado

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fará pronunciamento na manhã desta sexta-feira, após o presidente Jair Bolsonaro exonerar o diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo, informou a assessoria de imprensa do ministério.

A declaração de Moro acontecerá no auditório da pasta em Brasília, às 11h. Valeixo era homem de confiança de Moro e escolha pessoal do ministro. Ele foi superintendente da PF no Paraná quando o ministro era o responsável pelos processos da operação Lava Jato em primeira instância em Curitiba.

A exoneração de Valeixo foi publicada em edição extra do Diário Oficial, na madrugada desta sexta. De acordo com o decreto, ela ocorreu “a pedido”. Não foi nomeado um substituto.

Uma fonte disse à Reuters na quinta-feira que Valeixo deixaria o cargo e que Moro trabalharia para indicar seu sucessor e não aceitaria um nome indicado por Bolsonaro ou uma indicação política. Se isso ocorresse, disse essa fonte, Moro deixaria o governo.

Por Eduardo Simões

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up