for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Bolsonaro passa por cirurgia e apresenta quadro estável e sem dor, diz boletim

Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia em Brasília 16/09/2020 REUTERS/Adriano Machado

SÃO PAULO (Reuters) - A cirurgia a que o presidente Jair Bolsonaro foi submetido nesta sexta-feira para retirada de um cálculo na bexiga ocorreu sem intercorrências, o cálculo foi completamente removido e o presidente está estável, sem febre e sem dor, informou boletim médico do Hospital Albert Einstein.

O procedimento demorou cerca de 1h30, de acordo com boletim. Bolsonaro deu entrada no hospital às 7h desta sexta e a expectativa é de que ele permaneça internado, no máximo, até domingo, segundo disse à Reuters na quinta-feira o médico Leandro Echenique, um dos responsáveis pelo tratamento de Bolsonaro.

Bolsonaro, de 65 anos, foi operado quatro vezes após ser esfaqueado durante a campanha presidencial de 2018. A primeira, de emergência, em Juiz de Fora (MG), onde ocorreu o ataque contra ele. Depois foram intervenções realizadas em São Paulo, para desobstrução intestinal, retirada de uma colostomia e correção de uma hérnia.

O presidente convivia com o cálculo na bexiga há algum tempo, o que tem causado um certo incômodo.

Na véspera da cirurgia, Bolsonaro cumpriu uma agenda normal de trabalho, participando de dois eventos no Rio de Janeiro e depois indo para São Paulo para se submeter ao procedimento.

Reportagem adicional de Ricardo Brito, em Brasília

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up