March 12, 2013 / 12:17 AM / in 6 years

Mantega diz que desoneração ajuda na "luta contra a inflação" e promete mais

BRASÍLIA, 11 Mar (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira que a isenção dos produtos da cesta básica do pagamento de tributos federais irá ajudar na “luta contra a inflação”, e prometeu fazer novas desonerações para reduzir a carga tributária do país.

Em reunião com representantes do varejo e produtores de produtos alimentícios nesta segunda-feira, Mantega pediu para que o benefício fiscal seja repassado aos preços ao consumidor, para que seja captado no curto prazo pelos índices de inflação.

“É uma medida importante que beneficia a família de baixa e média renda e beneficia a luta contra a inflação que o governo vem travando. Temos certeza de que ela (inflação) vai permanecer sob controle”, disse o ministro. “Esperamos que isso logo chegue aos índices de inflação”, acrescentou.

O ministro evitou explicitar quanto a redução dos tributos da cesta básica reduzirá a inflação, mas nos bastidores o governo trabalha com um cenário de queda de 0,5 ponto percentual no IPCA, segundo disse à Reuters uma fonte do governo. No mercado, a estima é de um impacto menor na inflação.

A presidente Dilma Rousseff anunciou na sexta-feira à noite que a medida tem potencial de redução de preços de 9,25 a 12,5 por cento em alguns produtos, mas o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Fernando Teruó Yamada, disse que a primeira redução deve ficar entre 3 e 6 por cento e que em até duas semanas, pode chegar ao esperado pelo governo.

“Comunicamos o ministro que todo o setor está mobilizado para aplicar a desoneração”, disse o executivo, após reunião com o ministro da Fazenda

“Em duas semanas no mais tardar, vai se chegar nessa desoneração nas prateleiras praticamente no total”, acrescentou .

Mantega explicou que a diferença entre as reduções deve-se ao crédito tributário gerado por PIS/Cofins, o que, na prática, significa que o empresário paga um pouco menos de 9,25 por cento.

“Vamos atuar para que o efeito da medida seja amplo para que a redução se aproxime do valor que foi anunciado pela presidente”, afirmou o ministro, acrescentando que alguns repasses da medida já estão acontecendo.

A inflação oficial brasileira acumulada em 12 meses em fevereiro chegou a 6,31 por cento, bem próxima ao teto da meta de inflação, de 6,5 por cento, levando o mercado a apostar que o Banco Central irá elevar os juros ainda este semestre para controlar a escalada de preços.

Por outro lado, o governo tem adotado medidas como as desonerações tributárias e também a redução da conta de luz para tentar conter os preços.

“A desoneração vai continuar até chegarmos numa carga fiscal compatível com a competitividade do país”, disse o ministro.

Segundo Mantega, a desoneração deverá totalizar 53 bilhões de reais neste ano, incluindo a folha de pagamento, a cesta básica, quedas de PIS/Cofins, entre outros.

A desoneração da cesta básica implica perda de 7,4 bilhões de reais em receita anual para o governo federal - somente em 2013, essa perda deve alcançar 5,54 bilhões de reais.

GARANTIAS?

Os empresários não deram garantias formais de redução dos preços. Apesar disso, o ministro disse que o governo verificará se haverá queda por meio do acompanhamento sistemático da Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), órgão do Ministério da Fazenda.

“Acredito que pela disposição do setor —todos falaram que vão repassar o mais rápido possível, alguns já no fim de semana— (...) A redução de preços de alimentos já está acontecendo”, afirmou.

Mais cedo, o Grupo Pão de Açúcar, maior varejista do país, anunciou que sua rede começou a aplicar já nesta segunda-feira a desoneração dos impostos sobre os itens de cesta básica, que passou a incluir três produtos de higiene pessoal.

Reportagem de Tiago Pariz e Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below